Arquivo mensais:agosto 2017

Começam Jogos Escolares de Nova Venécia

Embalado por diversas apresentações culturais, aconteceu nesta segunda-feira (14) a abertura dos Jogos Escolares de Nova Venécia. Com as arquibancadas lotadas de estudantes, a solenidade ocorreu no Ginásio de Esportes do município.

Nesta primeira etapa, entram em quadra atletas da categoria mirim, com idades entre 6 e 11 anos. Ao todo, 11 escolas estão inscritas na competição envolvendo aproximadamente 400 alunos. Os jogos vão até o dia 22 de agosto.

A competição envolve estudantes de todas as escolas do município: redes municipal, estadual e particular. São disputas de futsal, handebol, voleibol e basquetebol, masculino e feminino.

Juvenil

Já a etapa juvenil, que envolve alunos de 12 a 17 anos, está prevista para acontecer de 22 a 30 de agosto. A abertura ocorre no dia 22, às 18h30. Ao todo, 18 escolas vão participar envolvendo em média 700 alunos.

Prêmios de reconhecimento

A escola que tiver a torcida mais organizada será premiada. Os alunos que forem mais disciplinados também serão reconhecidos com premiação.

A Secretaria Municipal de Esportes de Nova Venécia agradece todos os professores de educação física que se dedicam em tempo integral durante a competição.

Nova Venécia recebe veículos de Emenda Parlamentar do deputado Jorge Silva

Automóveis serão destinados para atendimentos na Secretaria Municipal de Saúde

O município de Nova Venécia acaba de ser contemplado com mais dois veículos, frutos de Emenda Parlamentar do deputado Federal, Jorge Silva. Juntos, os automóveis Fiat Toro Freedom e um Fiat Mobi Like, somam R$ 162 mil. O recurso é proveniente do SUS, com contrapartida da Prefeitura.

Os automóveis já chegaram e nos próximos dias serão destinados para a Secretaria Municipal de Saúde, onde serão utilizados para atender os ESFs e PACS.

O secretário de Saúde de Nova Venécia, André Fagundes, falou da importância das aquisições no tocante ao fortalecimento dos atendimentos principalmente no interior. “Nós temos muitas áreas que precisam de assistência e esses dois veículos chegam para ajudar nesses atendimentos, possibilitando a ampliação das visitas de profissionais da saúde no interior, gerando mais qualidade nos atendimentos de médicos e enfermeiros. Estamos levando saúde para próximo da população”, afirma.

O prefeito Lubiana Barrigueira fez questão de falar sobre a atuação do deputado Jorge Silva em Nova Venécia. “Uma iniciativa como esta mostra que temos um parlamentar comprometido com a nossa população. Esses carros vão ajudar e muito na qualidade de vida, principalmente de pessoas não encontram certa dificuldade de buscar saúde na cidade. Somos grato a esta grande iniciativa”, agradece.

Eco101 pode devolver “amigavelmente” concessão da rodovia ao Governo

A Eco101 pode entregar a concessão da rodovia, aproveitando a chamada “devolução amigável” prevista em legislação. Isso pode ocorrer se a única solução do governo federal para garantir a realização das obras for a ampliação do prazo para a duplicação da BR 101.

Uma medida provisória, em fase final de elaboração, propõe aumentar de cinco para 14 anos o prazo para as concessionárias no país concluírem as obras de duplicação de rodovias. Mas esse tipo de solução não resolve a situação no Espírito Santo, do ponto de vista da empresa responsável pelas obras.

Segundo informações obtidas por A GAZETA, o relato foi feito pela própria concessionária, em reunião realizada na manhã de ontem, na sede do Dnit. Dela participaram o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, o diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, e parlamentares que fazem parte da comissão da Câmara dos Deputados que fiscaliza o contrato de concessão da rodovia.

A alternativa considerada pela concessionária como solução para o impasse é a proposta já apresentada à ANTT em novembro do ano passado e reafirmada em março deste ano: uma repactuação considerada como imprescindível pela empresa, mesmo que venha acompanhada de algumas mudanças, após análise da agência.

Expectativa

De acordo com o deputado federal Marcus Vicente, que coordena a comissão que fiscaliza o contrato, o esforço dos parlamentares tem sido no sentido de encontrar uma solução que garanta a duplicação da rodovia. “Tenho assinalado que precisamos da duplicação e que seja cobrada uma tarifa justa”, pontuou, acrescentando que existe sim a possibilidade de redução da tarifa se o contrato for ampliado.

O deputado federal Lelo Coimbra, que também participou da reunião, se mostrou confiante em uma solução. “O ministro garantiu que haverá a duplicação e precisamos aguardar as análises que vão ser feitas”, destacou.

PROPOSTA

Por nota, a Eco101 informou ontem que o estudo que encaminhou para a ANTT está embasado na Resolução 675, da própria agência, que prevê a revisão quinquenal do contrato.

475,9 quilômetros

É a extensão da BR 101 no Estado, cuja duplicação é prevista em contrato

O objetivo é reorientar o cronograma de investimentos (obras) previstos para a rodovia. Pelo contrato assinado em 2013, a duplicação tem que ser feita em toda a BR 101, seguindo um cronograma de distribuição de obras em nove subtrechos.

Pelo estudo da concessionária, os 475,9 quilômetros da rodovia seriam divididos em 51 subtrechos. Todos receberiam algum tipo de obra, mas 30 deles seriam alvo da construção de terceiras faixas. “Trechos de duplicação seriam feitos em locais onde já há necessidade”, assinala a nota da empresa.

Também seriam feitos cinco novos contornos: em São Mateus, Linhares, Ibiraçu, Fundão e Rio Novo do Sul; além de obras de melhorias no Contorno de Vitória.